O presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Osmar Filho, e o vereador Raimundo Penha, ambos do PDT, visitaram, nesta terça-feira (23), à sede do 1º Batalhão Escolar da Polícia Militar (1º BEPM), no bairro do São Francisco, para conhecerem o trabalho que vem sendo desenvolvido por esta unidade de policiamento nas escolas da região metropolitana de São Luís.

“A gente pode observar que o importante trabalho realizado, não só na região do São Francisco, mas em toda a Grande Ilha, atuando não só quando há alguma ocorrência, mas fazendo um trabalho preventivo junto a toda a comunidade escolar, que inclui alunos, pais de alunos e servidores das escolas”, disse Osmar Filho.

Ele assegurou que a Câmara de Vereadores se disponibiliza a fazer o que tiver ao seu alcance para colaborar com a melhoria do serviço que é oferecido pelo 1º BEPM à população.

Raimundo Penha ressaltou que foi uma manhã de muito aprendizado, na qual ele e Osmar puderam se debruçar sobre o trabalho desenvolvido pela Ronda Escolar. “Eu já conhecia um pouco deste trabalho, mas só hoje pude ter a real dimensão do alcance da Ronda Escolar na cidade”, disse o parlamentar, que recentemente destinou recursos de emenda de sua autoria para aquisição de um veículo para o serviço da Ronda Escolar na área Itaqui-Bacanga.

O vereador lembrou que estudou por toda a sua vida em escola pública e que sabe que o fator “segurança” ajuda inclusive o aluno a se manter na escola.

Segundo ele, muitas áreas da cidade registram um alto índice de evasão escolar por falta se segurança e que observar um trabalho como este que vem sendo realizado pela PM, com o apoio do governador Flávio Dino (PCdoB), que inclusive recentemente criou as condições para que o Batalhão tivesse uma sede. “Isto fortalece este trabalho, que vem impactar diretamente a área da educação”, pontuou o vereador, parabenizando também os secretários estaduais da Educação, Felipe Camarão e da Segurança, Jefferson Portela por se unirem em favor dos estudantes, sobretudo os da rede pública de ensino.

A presidente da Central Estudantil, Denise Duarte, que também esteve presente, falou da importância da Ronda Escolar. “A gente sabe das dificuldades e dos desafios dentro da sala de aula e, neste aspecto, a segurança é muito importante, porque os estudantes, às vezes não sabem a quem recorrer e a Ronda Escolar tem desempenhado um excelente papel, dando o apoio que eles merecem”, destacou a estudante, que prometeu dar mais visibilidade a este trabalho nas escolas da cidade.

A visita foi um convite da comandante de Segurança Comunitária da PMMA, coronel Maria Augusta de Andrade Ribeiro, que falou da satisfação de receber a visita dos vereadores e de representantes da comunidade estudantil. “É um batalhão que foi inaugurado recentemente e a presença deles aqui é muito importante, porque precisamos da parceria de todos tanto na divulgação do trabalho, que é desenvolvido nas escolas de toda a Região Metropolitana, quanto na melhoria do serviço que oferecemos”, afirmou a oficial.

O comandante do 1º BEPM, tenente coronel José Maria Aires Neto, explicou que o trabalho da Ronda Escolar é realizado por áreas, que são cobertas pelas viaturas e guarnições e, que sempre que há uma ocorrência são atendidas por estas, de acordo com a situação. “Fora isto, também fazemos rondas e palestras nas escolas, que são realizadas de acordo com as solicitações feitas pelas unidades de ensino, visando fortalecer as informações naqueles jovens que estão na escola, que muitas das vezes, vêm de famílias desestruturadas e precisam de uma orientação que complemente a educação que recebem – tanto em casa quanto no ambiente escolar”, pontuou.

Ele assegurou que a Câmara de Vereadores se disponibiliza a fazer o que tiver ao seu alcance para colaborar com a melhoria do serviço que é oferecido pelo 1º BEPM à população.

Raimundo Penha ressaltou que foi uma manhã de muito aprendizado, na qual ele e Osmar puderam se debruçar sobre o trabalho desenvolvido pela Ronda Escolar. “Eu já conhecia um pouco deste trabalho, mas só hoje pude ter a real dimensão do alcance da Ronda Escolar na cidade”, disse o parlamentar, que recentemente destinou recursos de emenda de sua autoria para aquisição de um veículo para o serviço da Ronda Escolar na área Itaqui-Bacanga.

O vereador lembrou que estudou por toda a sua vida em escola pública e que sabe que o fator “segurança” ajuda inclusive o aluno a se manter na escola.

Segundo ele, muitas áreas da cidade registram um alto índice de evasão escolar por falta se segurança e que observar um trabalho como este que vem sendo realizado pela PM, com o apoio do governador Flávio Dino (PCdoB), que inclusive recentemente criou as condições para que o Batalhão tivesse uma sede. “Isto fortalece este trabalho, que vem impactar diretamente a área da educação”, pontuou o vereador, parabenizando também os secretários estaduais da Educação, Felipe Camarão e da Segurança, Jefferson Portela por se unirem em favor dos estudantes, sobretudo os da rede pública de ensino.

A presidente da Central Estudantil, Denise Duarte, que também esteve presente, falou da importância da Ronda Escolar. “A gente sabe das dificuldades e dos desafios dentro da sala de aula e, neste aspecto, a segurança é muito importante, porque os estudantes, às vezes não sabem a quem recorrer e a Ronda Escolar tem desempenhado um excelente papel, dando o apoio que eles merecem”, destacou a estudante, que prometeu dar mais visibilidade a este trabalho nas escolas da cidade.

A visita foi um convite da comandante de Segurança Comunitária da PMMA, coronel Maria Augusta de Andrade Ribeiro, que falou da satisfação de receber a visita dos vereadores e de representantes da comunidade estudantil. “É um batalhão que foi inaugurado recentemente e a presença deles aqui é muito importante, porque precisamos da parceria de todos tanto na divulgação do trabalho, que é desenvolvido nas escolas de toda a Região Metropolitana, quanto na melhoria do serviço que oferecemos”, afirmou a oficial.

O comandante do 1º BEPM, tenente coronel José Maria Aires Neto, explicou que o trabalho da Ronda Escolar é realizado por áreas, que são cobertas pelas viaturas e guarnições e, que sempre que há uma ocorrência são atendidas por estas, de acordo com a situação. “Fora isto, também fazemos rondas e palestras nas escolas, que são realizadas de acordo com as solicitações feitas pelas unidades de ensino, visando fortalecer as informações naqueles jovens que estão na escola, que muitas das vezes, vêm de famílias desestruturadas e precisam de uma orientação que complemente a educação que recebem – tanto em casa quanto no ambiente escolar”, pontuou.