Preocupados com a saúde e o bem-estar da população ludovicense diante da pandemia do Novo Coronavírus, o presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Osmar Filho (PDT), e os vereadores Raimundo Penha (PDT) e Sá Marques (PHS) se reuniram, na tarde desta terça-feira (21), com a secretária municipal da Criança e Assistência Social, Andreia Lauande.

O encontro que faz parte de uma série de reuniões instituídas pelo Parlamento que visam debater com os gestores das Secretarias Municipais as medidas adotadas pela Prefeitura de São Luís.

A reunião, na maior parte do tempo, foi ocupada pela exposição da secretária, que elencou as ações e iniciativas executadas pela Semcas em tempos de crise sanitária. Dntre essas ações, destaca-se a implantação de mais duas unidades de acolhimento provisório em São Luís para pessoas em situação de rua e destruição de auxílio para famílias carentes inscritas nos programas sociais.

Vale destacar que a pasta é a responsável em suprir e amparar as famílias em situação de vulnerabilidade social e, no cenário atual, tem cooperado com projetos sociais na garantia dos direitos essenciais desse grupo.

De acordo com a base de dados da Secretaria, 70 pessoas são amparadas no Centro Provisório de Acolhimento, no alojamento instalado no Castelão, sendo este, localizado no bairro Vila Palmeira.

Outro abrigo temporário fica instalado na comunidade da Vila Luizão, com oito pessoas alojadas até o momento.

Lauande também destacou a atuação da Central de Atendimento (call center) da pasta, que segundo ela, de forma remota, atende e orienta cerca de 500 pessoas em situação de vulnerabilidade social por meio da comunicação telefônica.

Todos esses dados e as demais informações constam no relatório detalhado entregue pela gestora à comissão de vereadores, inclusive o aporte financeiro de R$ 3, 1 milhões provenientes de emenda coletiva destinada pelos 31 parlamentares.

O recurso serviu para assegurar os serviços sociais ofertados pela pasta, como o auxílio-funeral; aluguel social; e aquisição de cestas básicas.

Após a explanação das ações, o presidente do Legislativo, Osmar Filho, reforçou a relevância desses encontros como fundamentais.

“Instituímos uma série de reuniões com os secretários de pastas importantes do município. Nosso propósito é fiscalizar, pontuar e sugerir as medidas que cada Secretaria Municipal está adotando em meio a essa crise sanitária; assim a Câmara faz a sua parte, contribuindo, debatendo e discutindo projetos resolutivos para conter o avanço dessa enfermidade.”

Raimundo Penha pontuou positivamente a readaptação da pasta em tempos de pandemia, e ainda destacou o serviço de call center como garantia mesmo que remota, do atendimento às famílias ludovicenses.

“Os tempos são difíceis e compreendemos que o momento realmente é de reinvenção. A pasta vem fazendo isso com maestria, sem contar a implantação positiva do serviço de atendimento por telefonia, o que assegura ainda mais as pessoas ficarem em casa e assim, a Semcas garantir assistência social e econômica aos cidadãos da nossa cidade”, disse o pedetista.

O vereador Sá Marques pediu mais explicações sobre a distribuição e operacionalização dos auxílios sociais oferecidos ao grupo de famílias cadastradas no município.