A última sessão na Câmara Municipal de São Luís, desta quarta-feira (19), foi marcada por discursos de despedida e a votação da Lei Orçamentária Anual (LOA).

No pequeno expediente, além do uso da tribuna pelos vereadores, o atual presidente do legislativo municipal, Astro de Ogum,(PR) proferiu seu discurso de despedida do cargo. Astro fez um balanço da sua gestão e dos avanços que trouxe a Câmara. Segundo ele, entrou desacreditado e sai com credibilidade. Agradeceu a todos os vereadores pela confiança em seu trabalho e que sem os colegas de parlamentonnão teria conseguido.

O vereador e deputado federal eleito, Pedro Lucas Fernandes, usou a tribuna e fez seu discurso de despedida, falando da gratidão aos seus pares e afirmou que sai com um sentimento misto de tristeza e felicidade, ” Tristeza porque me despeço da minha segunda casa, aqui fiz amigos e colaborei com a cidade. Felicidade porque sei que terei o parlamento municipal como um colaborador em prol da cidade e do estado em Brasília “, disse Fernandes.

Votação da LOA

O orçamento previsto para o próximo ano foi de 3,1 bilhões. O projeto que trata do orçamento se refere a Poderes do Município, incluindo regras da administração direta e indireta.

O relator da matéria da Comissão de Orçamento, o próximo presidente da Câmara, e vereador Osmar Filho (PDT), leu o parecer favorável da comissão e a lei Orçamentária Anual foi colocada em votação.

Para Osmar Filho, a aprovação da LOA representa o compromisso do legislativo com as receitas do município para o ano que vem.

“Aprovamos quase que por unanimidade o projeto. A partir do ano que vem, São Luís poderá priorizar seus gastos e investimentos pelo desenvolvimento econômico e estrutural em prol do crescimento da cidade”, disse Filho.